https://go.hotmart.com/Y61853049U?dp=1
top of page

8 Razões porque Não Sou Mais Um

Não, não sou mais um que faz formação.

Não, não é mais uma formação de coaching. E porquê?


1 - Porque fiz todo um processo pessoal e uma mudança enorme da vida com esta metodologia. E foi uma mudança no meu interior, na minha forma de ver o mundo.

 

2 - Porque há mais de 10 anos tenho acompanhado pessoas e criado ligações diferentes. Fundei a ACC em 2015, que é o reflexo claro da mudança e da criação de uma comunidade própria.



3 - Porque não reproduzo conteúdos por serem os oficiais. Dou exemplos de vida concreta. Transmito com alma porque vivi na primeira pessoa.

 

4 - Porque acompanhei de igual modo outras pessoas, ou por consultas ou pela formação, e tenho a certeza absoluta dos efeitos e da ligação que se cria com formandos.

 

5 - Porque acompanho durante e após o processo das pessoas. Nunca as largo, não as abandono, estou disponível para as escutar e tenho exemplos reais.

 

6 - Porque tenho uma ideia do coaching muito própria, que não passa por decorar perguntas e fixar o GROW. Trata-se de mudar o seu próprio mindset, ser o seu próprio coach e tornar-se a pessoa que sempre foi, com mais auto-estima, segurança e confiança.

 

7 - Porque a minha abordagem vai muito além e combina temas incontornáveis, mais de 50 anos após o surgimento do coaching, como a inteligência emocional, aspectos da psicologia e a própria evolução da metodologia ao longo do tempo.


8 - E porque pessoas me informam sobre a sua mudança e evolução, mencionando por exemplo:

- mudança de trabalho

- alteração na relação que tinham para melhor

- aposta num projecto próprio (que não o coaching)

- melhoria da sua relação no trabalho com colegas complicados

- alteração na atracção de pessoas tóxicas que de repente ficaram mais longe

- avançar com o projecto que estava pensado, mas que por medo continuava parado

- melhoria nos níveis de confiança pessoal quando falam com outras pessoas

- capacidade maior de dizer ‘não’ e de dar prioridade aos seus próprios projectos

- mais capacidade para gerirem reuniões e organizarem assuntos sem se atropelarem

- uma esperança acrescida e uma expressão de satisfação mais efusiva

 

Estes são alguns dos exemplos que me chegam, pelo privilégio que tenho em continuar em contacto com ex-formandos, sem ser necessário adquirir produtos ou serviços.

 

Por isso, não, não sou mais um. Tive um percurso pessoal não comparável, construi algo a partir de dentro e digo que estou aqui por uma causa, não só por questões materiais. Quero sinceramente que mais pessoas ajustem o seu caminho e se tornem cada vez mais autónomas e se sintam livres para fazer o que realmente querem. Essa é a minha causa, para mim também, e para os que, como eu, desejarem o mesmo.

Muito grato a quem tem passado pela minha vida e antecipadamente a todos quantos virão

__________________________________


Se queres saber mais, clica AQUI. Pessoas reais fazem coisas reais, sem agitação, sem pulos, gritos, uaus, yess, abraços e outros efeitos especiais

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page