https://go.hotmart.com/Y61853049U?dp=1
top of page

'Fazer Caixinha' Não é Inteligente...

É tão habitual. Talvez porque esteja associado a ser inteligência ou pelo menos a ser muito esperto. 'Fazer caixinha', para quem não sabe, é não dar a informação toda, é esconder conhecimento, não revelar algo importante.



Na área da formação é o pão-nosso-de-cada-dia, porque 'Não queremos criar concorrência', porque 'Assim as pessoas fazem mais cursos connosco', porque 'Não podemos dar tudo, temos de ser inteligentes'. Ouvido e testemunhado várias vezes.


Apesar de estar associado a inteligência e a ter esperteza, optei sempre por não 'fazer caixinha' de informação e de conhecimento. Tudo o que sei transmito. Tudo o que me perguntam dou resposta completa.

'Fazer caixinha' é baixo. Não é nada bom. Porque frustra as expectativas de formandos, porque rouba aprendizagem, porque é apenas um exercício de extorsão.

Na formação em desenvolvimento pessoal 'fazer caixinha' é muito mau, pois representa não permitir o crescimento do outro:

  • É subverter os valores associados à actividade

  • Tentar tornar o outro dependente

  • Fazer acreditar que lhe faltam competências

  • Entregar informação incompleta para que não seja capaz de usá-la

  • É travar o desenvolvimento


Afinal, quem vai fazer uma formação em Programação Neurolinguística, em Coaching, em Hipnose, em Meditação, etc., é para abrir possibilidades. Não cabe na minha cabeça fazer o contrário. Uma formação de limitações.


Há tanta informação que não compensa 'fazer caixinha'. Porque isso só prova a escassez em que o formador, trainer ou professor está envolvido.


Portanto, quando desejar fazer uma formação em Desenvolvimento Pessoal, olhe bem para os sinais. Veja se o que prometem é cumprido na realidade ou se é muito fogo de vista mas com pouca consistência

___________________________


Dia 7 de Maio, Terça, 21h, Masterclass '3 Práticas Mentais da PNL'. Registe-se AQUI

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page