Vou ter de falar de questões pessoais?

- Não, não tem, de todo!...

Há pessoas que receiam fazer uma formação de Programação Neurolinguística (PNL), porque pensam que terão de partilhar ou falar de questões da sua vida privada.

Durante o curso haverá muita prática, com técnicas e exercícios que permitem fazer o processo pessoal do participante. Mas isso não requer que se fale dos assuntos, a menos que deseje. Não precisa divulgar, falar, partilhar, nem sequer por tópicos.


- Muito bem, percebo, mas como será isso possível se eu não disser nada?

- O terapeuta ou coach apenas fará perguntas como estas:


  • O que sente?

  • Que emoções são essas?

  • Como é que isso afecta a sua vida?

  • Se resolver essa questão, o que ganha? O que lhe traz? O que pode atingir?

  • Então, como se quer sentir?

  • De 0 a 10, quanto é importante para si passar a sentir-se dessa forma?

  • Quem mais vai beneficiar com esse novo estado?

  • Quando foi o primeiro acontecimento? E para trás, há mais algo? Investigue...

  • Está disposto/a a ganhar uma nova fase na sua vida, não é verdade?

  • Muito bem, vamos fazer um exercício para que possa sentir-se leve?


Como vê, não é necessário falar de nada. O assunto está com o participante ou com o cliente e é do seu foro particular e íntimo. O coach ou terapeuta é profissional no uso de metodologias, exercícios e técnicas facilitadoras.

As técnicas abordam estados emocionais desejados a partir dos actuais. Os terapeutas de PNL não precisam de inteirar-se sobre os assuntos, a menos que o cliente deseje partilhar ou descrever.


Podem ser abordadas as questões mais profundas, do foro privado, que o participante ficará sempre protegido. Ele viajará pelos eventos, reflectirá sobre tudo, podendo ressignificar cada acontecimento. Fazer aquilo a que em PNL se chama de «Reenquadramento», retirando a aprendizagem e deixando a emoção.

O que ganha no final é maturidade emocional. Os assuntos não são resolvidos porque os indivíduos, mesmo sendo maduros fisicamente, são emocionalmente imaturos nas questões do passado que permanecem por resolver.

Freud dizia: «Emoções não expressas nunca morrem. Elas são enterradas vivas e saem de piores formas mais tarde»


Portanto, atente que não precisará de divulgar assuntos que não pretenda partilhar. Nem será pressionado para o fazer, nem directa nem indirectamente. É por isso que metodologias como a PNL e o Coaching são elegantes, respeitando a cem por cento a privacidade e o processo do cliente.

_____________________________________

Consulte os nossos programas de Liderança e Inteligência Emocional e de PNL&Coaching, direccionados às soluções e à flexibilidade emocional

#liderança #emoções #desenvolvimentopessoal #autoajuda #afectos #sentimentos

12 visualizações

© 2013 by JD communication - Portugal - jd@jdias.org - 913254041