Faz mais quem quer...

November 10, 2017

Há dias estava num café e ouvi de rajada uma máxima popular dita pelo proprietário do estabelecimento:

 

«Faz mais quem quer do que quem pode...»

 

A sabedoria popular tem muita consistência e é notória pela forma simples, crua e sucinta como ensina o que é básico e eficaz. Os provérbios e os ditos populares poderiam ser incluídos na área do desenvolvimento pessoal. 

 

 

Claro que quem pode pode fazer, mas nem sempre quer.

E quase sempre se pode. Ou talvez até... sempre mesmo.

Mas quando não se quer, fica-se apenas pelo poder sem dimensão poderosa. 

 

Ao contrário, o que quer tem mais poder do que aquele que apenas pode. Porque a dimensão do querer já é um poder efectivo. Aquele que pode e não quer tem um poder estéril.

 

Então como ficamos?

Aquele que pode não tem poder algum, apenas tem o acesso a manifestá-lo. Já aquele que quer tem o poder da manifestação do poder e assim possui mesmo o poder. 

 

O dito popular acerta no alvo e é de uma exactidão científica. Quem quer faz, quem pode nem sempre faz. Toda a mudança está do lado de quem faz e não de quem pode. Muitas vezes os que podem até estão do lado da trincheira da procrastinação, da preguiça e do desleixo.

 

O que pode apenas tem o acesso.

O que quer manifesta e assim detém o poder

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

O que pode e não pode

November 12, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts

November 12, 2019

September 9, 2019

Please reload

Archive
Please reload