Inveja e Ciúme

August 13, 2018

Um sinal claro de Inteligência Emocional é diferenciar emoções e saber as suas consequências. Pais e professores terão mais soluções ao saber identificar diferenças e consequências entre emoções para gerir melhor os ambientes familiares e escolares. Vejamos inveja e ciúme. 

Inveja é desejar algo que outro tem, tendo associada uma percentagem de tristeza. Ciúme é um sentimento de que uma relação está ameaçada. Tem associadas percentagens de tristeza e raiva. Não há uma emoção isolada, há sim uma constelação de sentimentos, em que uma definição seja a mais correcta, sendo que outras emoções são complementares. 

 

A importância da diferenciação não é tanto por mera sabedoria, mas sim para poder compreender melhor o que se passa connosco e, muito importante, com os outros. E daí ter a noção do que fazer e do que está em causa. O factor talvez mais crucial é o da agressividade. Ora ciúme comporta muito mais propensão à agressividade do que inveja. A escalada para comportamentos agressivos é maior com ciúme do que com inveja. Luta-se e magoa-se mais por ciúme do que por inveja.

 

Da próxima vez que der conta de algum desentendimento, identifique que emoção está associada à questão para poder conversar e comunicar melhor com os intervenientes e poder negociar com eles. Na escola como em casa, com os jovens, abordar as emoções sem medo é de valor para trazer desde cedo mais autoconhecimento e soluções no futuro.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Featured Posts

O que pode e não pode

November 12, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts

November 12, 2019

September 9, 2019

Please reload

Archive
Please reload