• JDias

PNL e o «Quem sou eu?...»


​A sensação do EU é capital na condução da vida. Nada de bom há em dizer coisas como estas:

«Não me sinto eu...»; «Parece que nem sou eu»;

«Eu não tenho muito valor»; «Eu não sou ninguém»;

«Quem sou eu?...»; «Sinto-me estúpido quando estou nas reuniões»;

«Apetece-me fugir de mim...»

Quando não te valorizas, esperas dos outros uma compensação. Mas dos outros só há a esperar a exigência de te encolheres para que eles brilhem afirmem o seu EU. No momento em que afirmas o teu, os outros não acham muita graça porque isso lhes retira destaque e poder. O Eu tem o valor maior na vida.

Considero a Programação Neurolinguística (PNL) uma metodologia extraordinária no encontro do Eu.

Há pessoas que ficam aterrorizadas num primeiro momento quando se confrontam com a sua força. Há pessoas que ficam fascinadas quando o eu verdadeiro se revela.

Muda-se a linguagem, muda-se a atitude, a expressão e novas coisas acontecem. Tenho a maior das satisfações em ver pessoas que vibram de felicidade quando vêem o que se abre com uma nova perspectiva de si.

Faz o exercício. Experimenta:

1 - Cria uma imagem de ti à tua frente

2 - Coloca essa imagem 30% maior quanto ao tamanho real

3 - Dá cor a essa imagem; Coloca-lhe brilho; Torna-a mais nítida

4 - Certifica-te que essa imagem é afirmativa (ombros para trás, sorriso, confiança)

Fixa bem essa imagem na tua mente. Instala-a bem na tua neurologia. Certifica-te que ela te acompanhará sempre para todo o lado e que a vais activar quando precisares

Ama o teu EU. Não se trata de ego, trata-se de cuidares de ti e saberes o teu norte

Se queres saber mais e como fazer, clica aqui

#liderança #emoções #desenvolvimentopessoal #autoajuda #afectos #sentimentos

31 visualizações

© 2013 by JD communication - Portugal - jd@jdias.org - 913254041